Categorias
Sem categoria

BAILA VINI JR, BAILA

Por: João Bosco Neto (@obosquin)

Foto: ESPN Brasil

No tradicional programa espanhol El Chiringuito de Jugones, o atacante do Real Madrid, Vinicius Junior, foi alvo de ofensas racistas por parte de Pedro Bravo, empresário espanhol. As frases foram ditas sobre o contexto de uma fala do capitão do Atlético de Madrid, Koke, que afirmou que achava as dancinhas de Vinicius um desrespeito, e que haveria confusão caso dançasse no dérbi. Sobre esse panorama, o agente hispânico proferiu ofensas racistas, dizendo que o Brasileiro se assemelhava a um macaco quando fazia um gol e comemorava dançando.

Tendo em vista o cenário de um país colonizador, e que já desrespeitou outros atletas brasileiros como Neymar e Daniel Alves, é até normal conviver com qualquer tipo de crítica, mas quando a mesma é por besteiras como essa, entendemos porque é difícil ser latino em qualquer país da Europa. Vejamos o exemplo de Griezmann, atleta do rival local, a cada gol o mesmo dança, e danças ainda mais ridículas e infantis, retiradas do jogo fortinite, mas por ser branco, oriundo do País Basco, e atuar pela França, ganhou o privilégio de poder fazer suas comemorações sem repreensões ou reprovações, já o brasileiro, preto, oriundo de comunidades do Rio, não pode, o por quê? Porque o sucesso dele incomoda, e incomoda muito.

Ainda com a boa e velha mentalidade supremacista dos povos do velho continente, que sobrevive desde a era das explorações ultramarinas, é difícil aceitar que alguém que venha de um país subdesenvolvido, pobre, com pouco acesso a recursos básicos, chefe em seu país e simplesmente faça seu trabalho melhor do que você. Nada deste preconceito velado é por causa de danças, é sobre alguém tido como inferior fazer um trabalho melhor que o seu em seu próprio território. Daí o fato de a mídia especializada europeia odiar tanto atletas brasileiros, pelo simples fato de serem bons no que fazem.

Agora se coloque na cabeça do Vinicius: Comprado por 50 Milhões de Euros com 16 anos, uma pressão enorme desde a base, ser alvo de xingamentos desde a estreia, ser tido como fracasso a partir do momento que pisou em campo pela primeira vez, fora os preconceitos sofridos sempre por sua cor, difícil vencer assim, não é? Mas foi com todos estes obstáculos que hoje fizeram ele se tornar um dos 10 melhores jogadores do mundo. Eu mesmo era um dos que não acreditavam que ele daria certo no Real Madrid, chegou ao maior clube do mundo com apenas 18 anos, e muito “cru”, deficiente em finalização e último passe, receita certa para o fracasso, ou pelo menos era o que todos achavam. Sem ligar para críticas, ele baixou a cabeça e trabalhou, passando pelas mãos de grandes treinadores, como Zidane e Ancelotti, ele evoluiu, virou titular, e fez um gol na final da Champions League, calou minha boca e a de muitos críticos, e hoje é um dos jogadores favoritos de muita gente, inclusive eu.

Um ser humano cujo o maior sonho é ter uma escola em seu nome, criou um instituto para ajudar pessoas necessitadas. Sem perder o sorriso e a humildade, venceu e ajudou todos que o ajudaram a chegar onde sempre quis. Mesmo inexperiente, mesmo criticado, mesmo excluído de jogos pelos próprios companheiros, mesmo com todas as adversidades impostas a ele, ele foi lá se esforçou, batalhou, não perdeu o jeito alegre e otimista sempre presente no seu jogo, venceu e se tornou exemplo para milhões de pessoas.

Nós incomodamos, e continuaremos a incomodar, pois somos a única penta campeã, somos o país do futebol, nosso lema como canta Thiaguinho, sempre foi, e sempre será ousadia e alegria. Por isso Vini, baile, jogue, marque, cale todos os críticos, continue sendo feliz, continue jogando bola, e continue dançando.

Para cima deles moleque!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s